Plataformas pessoais de cloud deverão substituir PC

16/05/2012 às 3:14 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

De acordo com o Instituto Gartner, por volta de 2014, portanto em plena Copa do Mundo, a nuvem pessoal vai liderar uma nova era de utilização da computação. E isso combinado com a tendência atual de utilização de dispositivos móveis vai mudar nossas vidas (nesse sentido a figura abaixo carece de ajuste, no final tinha que aparecer um Tablet ou um iPhone). É a núvem computacional e os dispositivos móveis tomando conta do céu nosso de cada-dia. Quem estiver vivo verá !


Plataformas pessoais de cloud deverão substituir PC

O reinado do computador pessoal como elemento principal de acesso à tecnologia parece caminhar mais rapidamente para o seu fim, segundo projeções do Gartner. De acordo com o instituto de pesquisas, o fenômeno da consumerização, a virtualização e o aparecimento de dispositivos móveis deverão condenar o PC tradicional face aos novos ambientes materializados por meio de smartphones e em particular das plataformas de nuvem pessoal.

As cloud pessoais deverão suportar a emergência de um novo nível de flexibilidade associada a dispositivos utilizados para as atividades diárias, com o aproveitamento dos pontos fortes de cada terminal. Em última análise, permitirão novos patamares de satisfação dos usuários e produtividade no local de trabalho, considera o Gartner.

“Principais tendências na computação já colocam em foco o PC e assumem uma perspectiva mais ampla que inclui smartphones, tablets e outros dispositivos de consumo”, diz Steve Kleynhans, vice-presidente de Pesquisa do Gartner. “Os novos serviços pessoais de cloud computing vão tornar-se o elo entre os dispositivos usados pelos consumidores nos diferentes momentos de suas vidas”, completa.

Mas esse não será um processo simples, por várias razões, indica o levantamento. Muitas tendências criaram um novo paradigma que as empresas devem se adaptar e que também vão beneficiar muito os consumidores. Entre as causas, a primeira e mais óbvia, é a consumerização. Os usuários, hoje, conhecem melhor a tecnologia do que as gerações anteriores.

Por outro lado, os consumidores modernos também têm expectativas diferentes, impulsionadas em grande parte pelos meios de comunicação e a internet, as redes sociais e os novos dispositivos móveis. Além disso, a partir da democratização da tecnologia, usuários de todos os tipos agora podem ter ao alcance tecnologias sofisticadas.

O Gartner indica que algumas tecnologias, como virtualização, aprimoraram a flexibilidade e disponibilizaram mais opções às empresas na adoção de ambientes móveis aos clientes internos. A virtualização também fornece uma maneira de mover as aplicações legadas do PC para um novo mundo emergente.

A terceira tendência que favorece o desenvolvimento de nuvens pessoais em relação ao PC tradicional é chamada de “app-fixação”. Nela, os usuários observam atentamente a forma como as aplicações são concebidas, disponibilizadas e consumidas ou usadas.

E isso terá inevitavelmente um impacto drástico sobre todos os outros aspectos do mercado. Essas mudanças, aponta o Gartner, vão mudar a forma como as aplicações são desenhadas e implementadas em ambientes empresariais.

Self service e mobilidade
Serviços em cloud computing abrem um novo mundo de oportunidades. Cada usuário pode agora ter um conjunto expansível e quase infinito de recursos disponíveis. Os impactos sobre a infraestrutura são impressionantes. Mas quando se aplicam às pessoas, trazem algumas vantagens específicas ainda mais surpreendentes. As atividades digitais dos usuários de TI estão mais autodirecionadas do que nunca.

Os usuários procuram tomar suas próprias decisões sobre as aplicações, serviços e conteúdos, com base em uma oferta online quase ilimitada. Isso promove uma cultura self service que os usuários esperam ter em todos os aspectos da sua experiência digital, incluindo o ambiente empresarial.

Por último, a mobilidade é o verdadeiro catalisador desse novo paradigma. Hoje, os dispositivos móveis, combinados com cloud computing, podem realizar a maioria das tarefas de computação. Ao mesmo tempo, proporcionam um grau de conforto e flexibilidade só possíveis com terminais móveis. O aparecimento de mais interfaces fazem com que esses aparelhos sejam mais práticos. Assim, de acordo com o instituto de pesquisas, usuários podem tirar proveito não só de recursos de detecção e leitura de toques, gestos, conhecimento contextual e reconhecimento de fala.


FONTE: http://computerworld.uol.com.br/tecnologia/2012/03/12/plataformas-pessoais-de-cloud-deverao-substituir-pc/

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Comentários são livres, só não aceito nem publico xingamentos !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: