#Bela, recatada e do lar

25/04/2016 às 20:29 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags:

Uma homenagem a todas as Zulmiras, Edlas e tantas outras mães, responsáveis pela Educação primeira !

Rosa


#Bela,recatada e do lar

A hashtag do momento refere-se à capa de uma revista semanal. Eu não sei o que inspirou seu editor, mas sei o que me inspira. E o que me inspira é a centralidade da minha vida, marcada pelas mulheres guerreiras e vitoriosas.
O meu pai, Seu Albertino, resolveu me dar uma lição: partiu cedo para o Orun, e lá do Céu me viu crescer mais rápido do que talvez se ele ficasse aqui a me cuidar. Mas se ele me trouxe mais cedo o desafio de me fazer homem, ele não o fez sozinho. Aos 16 anos de idade, percebi que aqui na terra eu teria uma heroína, Dona Zulmira, a minha Mãe.
Ela ensinou aos seus quatro filhos que a vida poderia ser bela, desde que nós
respeitássemos as pessoas mais velhas e as mais novas; nos ensinou que o futuro
seria melhor, se fizéssemos o dever da escola; que a vida seria próspera, desde
que guardássemos um pouco do que tínhamos no bolso e na panela. Ela nospreparou para o mundo, cuidou para que a gente nunca jogasse o lixo na rua, e que sempre levantasse para ceder o lugar no ônibus às pessoas mais velhas.
Dona Zulmira nos ensinou a mediar conflitos, sempre nos orientando a pedir desculpas e abraçar o vizinho depois de uma briga. Ela nos fez Prêmios Nobel da Paz. Nos ensinou a não jogar comida fora, ela nos fez os Economistas do Ano. Nos ensinou a não levar para casa aquilo que não fosse nosso. Nos ensinou a respeitar e a tratar bem, sem se misturar. Ela foi estrategista política: nos ganhou da bala da polícia e da bala do bandido, nos defendeu com unhas e dentes e muita sabedoria.
As mulheres brasileiras acordam cedo, trabalham, orientam a família, pagam contas, vivem em comunidade, são a maioria nas faculdades, nos ônibus e estações. Lideram instituições e são maioria do eleitorado. Dona Zulmira, com quase 82 anos, sai para pagar o IPTU e dribla os filhos para sair sozinha.
Recatada, não! As mulheres das nossas vidas são belas, retadas e cidadãs do mundo. Como a grande maioria das mulheres brasileiras.

(Aílton Ferreira)

FONTE: jornal A TARDE, Salvador-BA, hoje.

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: