O golpe e o que virá

06/06/2016 às 20:01 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Muito bom e oportuno esse artigo da Professora de História Maísa Paranhos. Ela já esteve aqui antes, em 2013. Confiram !

advertencia


O golpe e o que virá  MaisaParanhos

Um golpe travestido de legalidade foi dado na democracia e no povo brasileiros. A representante de 54 milhões de votos, presidente Dilma Rousseff, sob pretexto de pedaladas fiscais, foi retirada do Poder Executivo, através de um processo de impeachment, por outros
poderes, o Legislativo, com o beneplácito do Judiciário, mais o chamado quarto poder: a mídia, que constrói e destrói artificialmente seus afetos e desafetos.

Com a saída, se assim se consumar o impeachment, de Dilma da Presidência, um projeto popular, desenvolvimentista terá sido interrompido e, com ele, o caminho para termos um país justo, solidário e soberano. Não foi outra a causa do grito de guerra lançado contra o governo de Dilma Rousseff, contra as políticas públicas que beneficiaram brasileiros que tiveram suas vidas transformadas a partir do olhar do Estado, acompanhado de ações afirmativas que tanto incomodam as “elites” representadas pelos que, ora, e temporariamente, ocupam o lugar da presidente eleita.

O que virá de um governo sem a legitimidade do voto? Temer já sinalizou, em seu ministério e no curto tempo de governo interino, que cumprirá os ditames dos perdedores nas urnas: terceirizações, precarização do trabalho, fim paulatino das políticas públicas, entrega de nossas riquezas – a exemplo do pré-sal – privatizações de empresas estatais, mudança radical da política externa. O desmonte do Estado e uma gama de medidas antipopulares ganham expressão na “Ponte para o futuro”.

Manifestações contra o golpe vêm acompanhadas de uma repressão ganhando forma ostensiva e institucionalizada, sorrateiramente implantada. Estados e povos resistem na América Latina ao retorno imperial. No Brasil, o governo golpista não encontra o reconhecimento da maioria das nações. Diante da voracidade neoliberal, da tentativa de desestabilização, dos bastidores parlamentares e judiciários, o fiel da balança será a mobilização popular. Dela dependerão os rumos da República.

(Maísa Paranhos)

FONTE: JORNAL A TARDE, SALVADOR-BA, hoje

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: