Um poema para o povo brasileiro

29/08/2016 às 11:48 | Publicado em Canto da poesia | Deixe um comentário
Tags: ,

Esse é de Gregório Duvivier !


“Ler-vos-ei um poema, depois sairei de fininho   GregorioDuvivier©RenatoParada_07_divulgação

Quem escreveu não fui eu, foi meu filho Michelzinho

Para o povo brasileiro, chamar-me-ão de morto-vivo

Alguns me chamarão mordomo, outros vice decorativo

Aos poucos aceitaram tudo aquilo que eu propunha

devo tudo nesta vida ao meu amigo Eduardo Cunha

Alçaram-me à Presidência para acabar com a Lava Jato

Vosso sangue, sugá-lo-ei; muito prazer: Nosferastu

Ó multidão barulhenta, eu vim aqui silenciá-la

Mulheres voltem pro lar, negros voltem pra senzala

Bandido bom é bandido que fala português correto

Matar-vos-ei pelas costas, foder-vos-ei pelo reto

Confessar-vos-ei meu nome, antes que eu vá embora

Meu segundo nome é Temer, mas meu primeiro nome é “Fora!”

(Gregório Duvivier)

FONTE: http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/08/artistas-cantam-a-democracia-e-exigem-201cfora-temer201d-no-rio-6955.html

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: