Um sentido para viver

12/09/2016 às 3:06 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags:

Mês passado estive em Fortaleza-CE e li no jornal O POVO, um dos melhores de lá, a crônica abaixo de Rosemberg Cariry, cineasta e escritor. Dedico esse post a todos os parentes e amigos que vivem em terra alencarina. Vale a pena conferir !


Um sentido para viver

 

Aproximei-me de um adolescente, filho de um amigo, e, como estava próximo do seu aniversário, perguntei-lhe: “O que você quer?”. Com uma clareza do sol do meio-dia e agudeza de um fio de navalha, ele respondeu-me: “Um sentido para viver”. Tomei um choque, fiquei em silêncio diante daquele jovem apavorado e confuso.

.
Por ser da classe média, a esse jovem não faltam o melhor tênis e a roupa de grife, os jogos eletrônicos mais caros e sofisticados, em que o vencedor recebe prêmios pelo número de mortes, pelos estupros e pelas cabeças degoladas do inimigo; não faltam a ele todos os apelos do consumo nem mesmo todas as pornografias, violências, loucuras e sombras, disponíveis na internet. A indústria alimenta os horrores da guerra, os brinquedos eletrônicos, os sabonetes químicos, os filmes-espetáculo, os alimentos manipulados causadores de câncer, só vendo pela frente o lucro. A voracidade do capitalismo não permite as firulas da ética e, sobre as multidões de excluídos e montanhas de mortos, faz tremular a bandeira da cobiça, da agressividade e do individualismo.

.
Quem pode salvar esses jovens da classe média? Os pais que acreditam que os mercados redimirão o mundo? As escolas que os preparam para serem vencedores-tratores, passando por cima de tudo, para terem carros, dinheiro e mulheres “belas, prendadas e do lar”? As igrejas neopentecostais com seus pastores corruptos pregando a suposta guerra santa e a negociação com Deus, na base de 10%? As sinagogas que justificam os bombardeios de escolas na Faixa de Gaza? A igreja católica, sua ala conservadora e manipuladora, pelo braço do Opus Dei, que reage ao discurso inovador e humanitário do papa Francisco? Certa imprensa que vende horrores, manipula opiniões, defende os interesses dos seus patrocinadores e apoia os golpes mais sujos contra a democracia e os direitos do povo? Os políticos corruptos? A esquerda exaurida e sem resposta para a crise civilizatória que se abate sobre o mundo?

.
Se um jovem da classe média está nessa condição de “sem-saída”, podemos imaginar como está o jovem da favela e da periferia, sem nenhuma perspectiva, a não ser a guerra do tráfico de drogas, da delinquência e da penitenciária (o que corresponde a uma descida ao inferno). O que fará esse jovem, na sua comunidade, que, por ausência do Estado, foi ocupada pelas facções criminosas?

.
Nós, adultos, também precisamos de um sentido para viver. Em que acreditamos mesmo? Se a violência já nos habita e mora dentro de nós, o mal-estar civilizatório (Freud) é mais do que um simples mal-estar, é o anúncio do quanto a nossa civilização está podre. Os senhores-do-mercado triunfaram na guerra, na indústria, na ciência, na mídia, no controle das consciências, na superficialidade dos produtos culturais e na linha de montagem da educação que abovina.

.
A modernidade fracassou. Tão imensa tragédia não cabe em nenhum filme.

(Rosemberg Cariry)

FONTE:

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: