Uma história nos céus

16/09/2016 às 3:51 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags:

Esse saiu no espaço “A TARDINHA”, do jornal A TARDE, Salvador-BA, no dia 20 do mês passado. Mas eu pergunto: isso é literatura infantil ? Tenho minhas dúvidas… Só não tenho dúvidas que esse conto (ou seria fábula ?) de Saulo Dourado é pura poesia em prosa !

image


Uma história nos céus

Diz um sábio antigo que as pessoas, quando morrem, chegam aos céus e vão para a beira de um rio. Ao beberem a água, se esquecem de tudo o que viveram na Terra, para se sentirem
renovados e prontos para uma próxima jornada. Eu acho que é por outro motivo: cada uma das pessoas passa por um desafio.

Jonas mesmo, um conhecido que me apareceu em sonhos, recebeu lá nos céus o aviso do anjo: “Agora, que você se esqueceu de tudo, precisa pensar qual vida você acha que viveu
na Terra”. Jonas falou em viver uma vida de aventuras, viagens, com carro, casa, apartamento, uma linda esposa e filhos. O anjo balançou a cabeça e apontou uma biblioteca. “Em um desses livros está a história que você viveu”.

Primeiro, Jonas leu as histórias mais extraordinárias de heróis e foi mostrar ao anjo. Nenhuma daquelas era a sua. Triste, nosso amigo passou a ler livros de pessoas derrotadas,
cheias de amargura.

Também não eram a sua. E foi então lendo histórias aleatoriamente, centenas, milhares, e ficou desesperado: como descobriria? Foi quando Jonas encontrou um livro em branco. Pegou uma caneta e passou a escrever, a escrever, e não era nem uma história toda feliz, nem toda triste, nem toda vitoriosa, nem toda derrota, os erros e os acertos se misturavam em um mesmo bem.

“É essa a minha história?”, perguntou Jonas ao anjo. Este sorrindo respondeu: “Agora é”. E depositou o livro escrito na imensa biblioteca.

(Saulo Dourado)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 20.08.2016

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. […] é para uma pessoa muito especial que faz aniversário hoje. Os escritos de Saulo Dourado são verdadeiras poesias em prosa. Já postei algumas aqui neste espaço. Quantos de nós, mesmo […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: