Valorizar a profissão docente

18/10/2016 às 11:07 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags:

Ainda os ecos do dia 15.

professora


Valorizar a profissão docente

Neste sábado dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila) comemoramos uma das profissões mais importantes e gratificantes da sociedade: a de professor.

O dia do professor deveria ser um dia de festa e de muita comemoração, infelizmente faltam motivos para isso. As escolas em sua maioria não têm estrutura para funcionar, seja municipal ou estadual. Faltam bibliotecas, sala de informática, imprescindível no mundo cada vez mais tecnológico, entre outras coisas. Em muitas escolas particulares, professores sofrem assédio, são sobrecarregados com demanda de trabalho absurda.

O tempo do professor é cada vez mais curto: ele precisa preparar aulas, provas, corrigir testes e exercícios, participar de reuniões, atender a pais e alunos, fazer cursos de formação. Ainda tem o tempo que passa dentro da sala de aula. Apesar disso, cada vez mais o professor vê seu valor ser diminuído diante da nova realidade. Impotente, assiste a outras profissões sendo mais valorizadas e bem remuneradas pela sociedade, como se sua função não fosse vital para a formação das pessoas para as quais ensina.

A valorização do professor, especialmente nos níveis fundamental e médio, passa por um conjunto de medidas, inclusive pelo estabelecimento e pagamento de um piso salarial à altura da categoria. Alguns governantes nem sequer pagam o piso salarial da categoria e, ainda por cima, reivindicam em juízo o direito de seguirem na ilegalidade. É lamentável que professores precisem paralisar suas aulas para, em nome de uma causa justa, saírem às ruas para reivindicar algo que deveria ser unanimidade na sociedade brasileira: a defesa do ensino público, gratuito e de qualidade, juntamente com salários mais dignos aos profissionais da educação.

Você, amigo leitor, sequer poderia ler este artigo sem o trabalho dos professores
que passaram por sua vida. Reflita sobre isso.

(Anderson Rios)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 15.10.2016

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: