Uma goleada do martelo

28/10/2016 às 3:18 | Publicado em Artigos e textos | Deixe um comentário
Tags: ,

Publico hoje um excelente artigo do amigo Fabrício Junqueira, jornalista paulista. Apesar de jovem, ele é profundo conhecedor de futebol e um dos membros da “diretoria” da comunidade (Facebook) FTT – Futebol de Todos os Tempos, a qual tenho a honra de participar.

FTT


Uma goleada do martelo

stjd

Desanimado!

Não vou entrar no mérito do “Fla x Flu”, muito menos no que houve no jogo em Florianópolis entre Palmeiras e Figueirense. Seria um looping idiota de discussão, um vai e vem de pontos de exclamações e palavras soltas.

Escrevo como torcedor de futebol. Como um apaixonado pelo esporte, escrevo em nome do falecido Zé do Rádio do Sport, do Seu Maciel Alves da Camisa 14, das Donas Ditinhas e Vicentinas das arquibancadas, do cidadão que compra seu ingresso com sacrifício em qualquer canto do Brasil, que acredita no poder mágico de um passe bem feito, uma defesa de cinema ou o golaço no último segundo…

Sou um daqueles que chorou na decisão por pênaltis contra a França em 86, do gol com as “mãos de Deus” e depois aquela arrancada memorável de Maradona contra os ingleses… Era aquele garotinho que ficou acordado tarde da noite para ver tantas decisões, vi o São Paulo ser campeão brasileiro nos pênaltis contra o Guarani na final mais fantástica que eu vi… Lembro como hoje do Fluminense ganhando do Bangu na final de um carioca. Ah como foi especial ver o Corinthians empatando com o São Paulo e depois surpreendendo o favorito Guarani em 88…

A memória afetiva é assim, lembra, parece sonho, tentava fazer igual aos ídolos no quintal de casa ou na mesa de futebol de botão, imitando o Osmar Santos…

Agora me pergunto, o que o menino de sete, oito anos vai lembrar daqui há vinte ou trinta anos? Dos gols do Gabriel de Jesus, do sempre decisivo Guerrero ou da anulação de um, dois ou mais jogos? Vai se lembrar da escalação de um atleta irregular e um debate sem fim nos tribunais? Do fim da Portuguesa?

Quando a bola perde o protagonismo para um martelo de juiz, não é só o futebol quem perde, são referências históricas, são sonhos. E repito, não importa quem esteja certo ou errado… Temos que discutir a profissionalização da arbitragem há anos. Até os erros são aceitos e fazem parte do futebol.

Enquanto qualquer tribunal de justiça for mais importante que o gol do Maradona (mesmo o de mão), nós que amamos o futebol perdemos, de goleada ou martelada!

(Fabrício Junqueira)

FONTE: http://www.porbaixodaspernas.com.br/uma-goleada-do-martelo/

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: