Nova tentativa de entrega de Alcântara

03/02/2017 às 3:07 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

Isso parece filme de Hollywood ou novela da TV-Globo. Mas a dita-cuja TV e a mídia em geral não divulgam quase nada disso ! Como pode um país sobreviver num mundo competitivo e globalizado como o nosso e ter um “chanceler” como o serra ? E um presidente como o temer ? (tudo minúsculo para enfatizar quão diminutos são !)

Alcantara1


 

Nova tentativa de entrega de Alcântara   Base de Alcantara_apos explosao_3

Alcântara é um município da Região Metropolitana de São Luis – MA, onde existe o CLA – Centro de Lançamento de Alcântara, cuja grande vantagem é a considerável economia de combustível – cerca de 30% – no lançamento de foguetes espaciais. A essa excepcional
vantagem, acrescentam-se mais duas: 1. Os lançamentos no CLA podem ser feitos durante o ano todo, por conta das boas condições climáticas, e 2. Tem o Atlântico à sua frente, o que reduz bastante a possibilidade de acidentes atingirem locais habitados. Para cada lançamento em base do tipo de Alcântara, o país dono da base cobra em torno de 15 a 30 milhões de dólares.

O submisso governo FHC (1995-2003) esteve perto de entregar Alcântara para os EUA, mediante um acordo totalmente lesivo a nosso país, felizmente rejeitado, à época, pela Câmara dos Deputados.

O governo Lula aplicou novos recursos no Programa Espacial Brasileiro, e entregou sua direção ao engenheiro Luiz Bevilacqua, da COPPE/UFRJ, um dos mais respeitados cientistas brasileiros. Perto da inauguração de nosso Veículo Lançador de Satélites nº 1, o Programa foi vítima de um terrível golpe, muito provavelmente um atentado ocorrido às 13h 26min 05s (horário de Brasília) do dia 22 de agosto de 2003, três dias antes da data prevista para o lançamento!

A investigação foi rapidamente abafada pela imprensa, mas setores técnicos abalizados do Brasil e do exterior acreditam que a ativação antecipada do VLS 1 foi provocada pela utilização criminosa da onda de rádio que seria utilizada para o lançamento, cuja frequência foi descoberta mediante espionagem. A explosão ocorreu exatamente no instante em que
21 dos maiores especialistas brasileiros estavam realizando o check list para o lançamento, a ocorrer três dias à frente. Os prejuízos materiais com o atentado foram de 14 milhões de dólares, porém o mais grave foi a perda dos 21 especialistas, que morreram instantaneamente.

Na mesma hora do acidente, ocorria uma reunião entre Brasil e Ucrânia, em Brasília, com o intuito de selar um acordo de cooperação na área espacial. A Ucrãnia manteve o compromisso, que daria direito ao lançamento de seus foguetes Cyclone.

Acaba de ser divulgado pelo atual Ministro das Relações Exteriores, cuja submissão aos interesses estrangeiros é notória, que negociações secretas estão em curso, com vistas a uma nova tentativa de entrega da base de Alcântara aos EUA.

Recentemente, a partir da tomada da Ucrânia por setores vinculados aos interesses norte-americanos, o Wikileaks revelou parte da correspondência secreta do governo dos EUA com o ucraniano. Nela, os ianques dão explicitamente a ordem para o fim do acordo espacial com o Brasil, que foi oficialmente rompido em 2015.

(João Augusto de Lima Rocha – Professor Titular aposentado da UFBA)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 30.01.2017


Base de Alcantara_apos explosao_2

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: