Profissões que acabarão

23/06/2017 às 3:45 | Publicado em Artigos e textos | 1 Comentário
Tags: ,

O artigo é bom, sem dúvida. Serve para reflexão. Apenas um adendo: no final parece que o autor compara o fascismo com o comunismo…

editorial-texto


Profissões que acabarão

A turma que fabrica FoldiMate promete lançar a máquina ainda este ano. Custará entre US$ 700 e US$ 850. Pendura-se nela as roupas para que sequem. Daí, FoldiMate traz uma por uma cada peça para seu interior, passa e dobra. A cozinha robótica da Moley é bem mais cara: US$ 75 mil, quando for lançada para consumo, no ano que vem. Mas ela vem completa: os braços que cozinham, forno e fogão, liquidificador, multiprocessador. É capaz de fazer a maioria das receitas. Robôs aspiradores são bem mais simples — podem ser comprados, já, no Brasil, na casa dos R$ 1 mil. Estas são tecnologias que, até 2025, serão mais baratas e conhecidas.

É meio atordoante, se paramos para pensar. Tem muita coisa sendo inventada ao mesmo tempo. Isso não vai parar na próxima década ou duas. Mas terá um efeito sobre a sociedade que merece maior reflexão. No Brasil, ainda temos empregados domésticos — embora cada vez menos. No momento em que a casa começa a se automatizar, a necessidade de ajuda diminui. Esta é uma profissão que deve se extinguir.

Não é a única.

O que a revolução industrial fez foi colocar máquinas para fazer o que antes era realizado por braços. Máquinas primeiro mecânicas, depois a vapor e, por fim, movidas a eletricidade, trouxeram força permitindo que menos pessoas produzissem muito mais. O resultado foi a grande migração do campo para a cidade e a completa transformação da natureza do trabalho. Vivemos um momento semelhante e concentrado. O que a revolução industrial trouxe foi um substituto para a força humana. O digital substitui outra coisa: trabalhos que exigem raciocínios repetitivos.

O robô cozinheiro não cria um prato novo. Mas suas câmeras filmam um chef preparando seu risoto e, depois, reproduzem todos os passos com igual capricho. Da mesma forma, ninguém deseja um automóvel autômato disputando uma corrida de Fórmula 1. Mas, no dia a dia, ele conduzirá todos nós em segurança pelas ruas do mundo.

Já funciona, em Seattle, a loja da Amazon que dispensa um profissional no caixa. Basta ter o app da empresa instalado no celular — a loja identifica o cliente na entrada, registra por sensores que produtos pôs em sua cesta e abate do cartão de crédito no momento em que ele sai. Adeus, filas.

Enquanto isso, os desenvolvedores da REX, uma plataforma de compra e venda de imóveis, acreditam que terão brevemente um software capaz de juntar vendedor e comprador melhor do que qualquer corretor. O programa consegue avaliar a real intenção de compra e venda de cada um, compreende as necessidades e a capacidade de gasto, e sai juntando pares.

Estamos debatendo, em Brasília, reformas da Previdência e da CLT. O buraco é mais embaixo. Bem antes de as novas gerações se aposentarem, muitas de suas profissões se tornarão obsoletas. Em alguns casos, são profissões de baixa remuneração: frentista de posto de gasolina, caixa de supermercado, domésticas, motoboys. Outras são profissões de classe média. Corretores de imóveis, motoristas de táxi, contadores.

Não é só. Outras profissões serão transformadas. Afinal, não será preciso médico, enfermeiro ou laboratorista para tirar sangue, fazer ultrassom, diagnósticos simples ou cirurgias complexas. Assim como jornalistas não vão mais escrever matérias mastigando números — seja de estatísticas esportivas, seja de econômicas. A máquina faz com rapidez e eficiência.

Da última vez em que profissões antigas se extinguiram e novas apareceram num prazo curto de 20 anos, como está começando a ocorrer, foi no início do século XX. Desorganizou tanto a estrutura do trabalho que do caos nasceram os movimentos fascista e comunista. Já está com cheiro de que pode acontecer de novo.

(Pedro Dória)

FONTE: https://oglobo.globo.com/economia/profissoes-que-acabarao-21483631

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: