SAUDADE DO JOÃO

03/07/2017 às 3:19 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Para mim ele foi o melhor treinador e melhor comentarista de futebol que tivemos até hoje. Em 2013 li o livro “João Saldanha – uma vida em jogo”, excelente, e fiz um post aqui sobre a obra. O “João sem medo, sinônimo de paixão” faria hoje 100 anos. Ele é daqueles que só aparece mesmo de século em século. Tostão redigiu ontem uma crônica em sua homenagem sob o prisma do jornalismo e do futebol, que reproduzo a seguir neste post, mas sabemos todos que esse João alçou outros voos.


image


SAUDADE DO JOÃO Toatao2

João Saldanha completaria cem anos nesta segunda (3). Na Copa de 1990, na Itália, ele comentou partidas ao vivo pela TV e morreu em Roma, quatro dias após o fim do Mundial.

O comentarista e o treinador João Saldanha não tinham o comportamento convencional de outros comentaristas e treinadores. No rádio, na TV e como colunista, João era espontâneo, polêmico, irreverente, falava e escrevia com conhecimento técnico, de uma maneira coloquial, como se estivesse na mesa de um bar. O público gostava. Hoje, como seriam recebidas suas opiniões nas redes sociais?

Certamente, João Saldanha não seria hoje um treinador moderno, estrategista, fascinado por milhares de estatísticas, pelos mapas de calor da movimentação dos jogadores em campo e por outras engenhocas. Ele era preocupado com detalhes sobre cada jogador, que iam além do jogo. Era um humanista.

Quando Saldanha assumiu a seleção, o futebol brasileiro vivia uma fase de grande pessimismo, após a eliminação na primeira fase do Mundial de 1966. João chamou os jogadores de “Feras do Saldanha”, incendiou o time e o público. Foi um momento brilhante da seleção, uma situação parecida com a fase atual, com a chegada de Tite.

Ainda não foi bem explicada a razão da saída de João Saldanha. Não foi, certamente, por alguns jogos-treino ruins. Dizem que houve um encontro, em Brasília, entre o ditador Médici e membros da CBD, para dispensá-lo.

Saldanha, com algumas atitudes inesperadas, como dizer que Pelé não enxergava bem, por causa de uma miopia, também passava a impressão de que desejava sair. Ele, comunista, parecia constrangido em treinar a seleção de um país que vivia uma ditadura militar.

Em um artigo, escrito no jornal “O Globo”, antes da Copa, João disse que o mais difícil não era entender sua saída, mas sim a razão pela qual tinha aceitado ser treinador da seleção. Não compreendo também por que foi contratado pela CBD. Só pode ter sido por populismo, para agradar ao torcedor. Será que os militares foram consultados?

João foi importante na conquista do Mundial. Além de ter recuperado a confiança do torcedor, o planejamento científico para a Copa foi feito por um grupo de especialistas, escolhidos por João Saldanha e comandados por Lamartine Pereira da Costa, oficial da Marinha que tinha tido a mesma experiência com a seleção de vôlei nas Olimpíadas de 1968, na altitude do México.

Contam que o primeiro encontro entre Saldanha, Lamartine e o capitão Cláudio Coutinho, coordenador técnico da seleção, que, depois, se tornou treinador, foi em uma churrascaria, abaixo do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. João, em seu jeito simples e informal, teria escrito em um guardanapo as palavras-chave do que foi programado. Foi uma preparação científica, inovadora, elogiada em todo o mundo.

Em um país de tanta troca de favores, de escolhas por amizades e outros interesses, Saldanha convidou militares para a comissão técnica, em razão apenas do conhecimento técnico. Foi um gesto de grandeza do treinador.
Por outro lado, alguns acham que faltou a João, na seleção, a companhia de verdadeiros amigos.

Na concentração da equipe, João gostava de conversar sobre tudo. Eu aprendia com ele. Ele era inteligente, culto. Viajava e fantasiava. Tenho muita saudade do João.

(Tostão)

FONTE: Principais jornais do país, ontem, 02.07.2017

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: