A TIGELA DE MADEIRA

05/08/2017 às 3:21 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Dourado vem com mais uma fábula para nossa reflexão.

a tigela de madeira


A TIGELA DE MADEIRA

Moravam em uma mesma casa o avô, o filho e o neto. O filho era um homem de muitas riquezas, mas, certa vez, em uma aposta louca na empresa, perdeu quase tudo e ficou apenas com a casa. O avô tentou animá—lo a dar conselhos na hora do jantar, mas o filho só se irritou e disse: “O senhor já está velho, mal consegue andar, mal consegue pensar, o que
quer? Aliás, nem consegue comer direito, quanta lambança o senhor faz na mesa!”.

A partir daquele dia, o avô ficou proibido de comer à mesa. Seu novo lugar era o canto da
cozinha ao lado da geladeira, comendo toda a comida misturada em uma tigela de vidro. Sem
conseguir equilibrar-se, o avô deixou a tigela de vidro cair. O netinho foi quem avisou do
acontecido. “Minha louça !”, exclamou o pai, que era também o filho. “Pois então comerá ele
numa tigela de madeira”. E assim passou a acontecer.

Uma semana depois, estava o neto no jardim catando pequenos pedaços de madeira que caíam da árvore. O pai não entendeu e perguntou o motivo. O menino respondeu rindo,
orgulhoso: “Ah, estou já montando uma tigelinha, para você comer quando eu for grande”.

O homem tomou um um susto e começou a chorar muito, de dar dó. Naquele mesmo dia, o avô retornou à mesa, e os três comiam juntos em paz.

(Saulo Dourado)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador/BA, 17.06.2017

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: