Poeminhas, recados e haikais errados

12/07/2018 às 3:43 | Publicado em Canto da poesia | Deixe um comentário
Tags:

Esses vêm do jornal CORREIOBRAZILIENSE, nas colunas da Professora Dad Squarisi e do folclórico FALA-ZÉ. Acho que o título deste post já é um haikai:

“Poeminhas

recados

haikais errados”


POEMINHA

“A Inércia é meu

ator principal.

Não saio de dentro de mim

nem prá pescar”

(Manoel de Barros)


RECADO

“As palavras que com maior frequência

digo a mim mesmo são estas: nunca

te premitas ser menos do que és”

(José Saramago)


POEMINHA

“Apaixonada, saquei minha arma,

minha alma, minha calma,

só você não sacou nada.

(Ana Cristina César)


HAICAI ERRADO

“uma ventania

arrancou minha saudade

fiquei sem teto”

(Fala Zé)


POEMINHA

“Eu fico, junto à correnteza,

Olhando as horas tão breves…

E das cartas que me escreves

Faço barcos de papel!”

(Mário Quintana)


RECADO

“É antiético falar mal de um colega,

mas Deus sofre de milenar falta de

imaginação. Suas peças têm o mesmo

e previsível desfecho – a morte.”

(Dias Gomes)

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: