Bolsonaro acabou, é hora de buscar alternativas

28/03/2020 às 2:36 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 2 Comentários
Tags: , ,

Se você está com um problema, por que não encarar, tratar e resolver? Tem gente que diz que esse não é o momento, etc, etc… Mas nesse caso específico, tal qual a pandemia, o tempo urge ! Cada dia, cada hora, cada minuto, cada segundo que um desequilibrado se mantiver no mais alto cargo da República, pior para o país e seu povo. O Professor Carlos Zacarias de Sena Júnior, da UFBA, nos dá mais uma aula de História e nos alerta nesse bom artigo sobre os perigos que passamos atualmente no Brasil, defendendo com veemência o afastamento do maior mandatário.

Alerta


Bolsonaro acabou, é hora de buscar alternativas

Há alguns dias, o jornalista Mario Sergio Conti escreveu na Folha de S.Paulo um corajoso artigo defendendo o afastamento de Bolsonaro. Quando importantes jornalistas do establishment e grandes grupos econômicos se movem para depor aqueles que ajudaram a eleger, as estruturas se abalam quase que com a mesma intensidade que acontece quando as massas se movem através de lutas e greves. Isso acontece quando a correlação de forças está prestes a se alterar ou aquilo que até então existia chega num ponto de impasse, cujas saídas, embora imprevisíveis em toda a sua extensão, precisam ser buscadas.

Conti defende que Bolsonaro “não tem jeito”. Por sua “ignorância vaidosa, o gosto pelo sórdido e o exibicionismo bufo”, que estariam entranhados em sua personalidade, lhe impedindo “mudanças racionais”, algo que lhe tornaria “impermeável ao diálogo franco, a estudar e aprender, porque se orgulha de sua mente miúda e alma perversa”, Bolsonaro teria se convertido num problema de saúde pública para o país. Então defende que o presidente precisa ser afastado por qualquer meio, pois com uma pandemia que está prestes a matar milhares de pessoas e atinge em cheio um “Brasil frágil” que ainda por cima tem um presidente que “abraça seu rebanho”, faz piada e tripudia do cenário, não haveria outra saída senão seu afastamento.

Assumindo a necessidade para a consumação do ato, Conti especula sobre duas possibilidades: a primeira em que “um setor parrudo da elite inventaria um rito sumário para outro impeachment. Algo como se fez com Dilma Rousseff” mas com uma “pirueta parlamentar” a ser “perpetrada na velocidade da luz” e com “gambiarras jurídicas providenciadas pelo Supremo – que não se furta a essas tramoias”, ou seja por “um golpe” (sim, ele admite que Dilma sofreu um golpe); e a segunda forma seria a de o Brasil renunciar a Bolsonaro, desobedecê-lo”, como os brasileiros se organizando por sua conta e risco por outros meios. O artigo de Conti pareceu um vaticínio de duas soluções que, combinadas, ganharam o país nos dias seguintes, porque o Brasil começa a funcionar (no caso, deixar de funcionar para conter a pandemia) à revelia dos desejos genocidas do tresloucado capitão, do mesmo modo, em que um setor “parrudo da elite”, que inclui o Congresso, os governadores e frações importantes das classes dominantes, já se movimentam para escorraçar o inepto governante da cadeira presidencial.

Às vezes a história caminha pra frente quando tiranos ou regimes são depostos ou vêm abaixo por meio da força. Foi assim que acabou a República Velha no Brasil em 1930, quando abriram-se as portas para o desenvolvimento e industrialização nos termos de uma revolução passiva, e também quando o MFA em Portugal derrubou uma das mais longas ditaduras do século XX, abrindo as portas para a Revolução. E que assim seja entre nós.

(Carlos Zacarias de Sena Júnior)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 27.03.2020

Cau_Gomez_27_mar_2020

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. […] dos melhores artigos que li recentemente. Toda a lucidez do Professor Carlos Zacarias de Sena Júnior e a poesia em prosa de Jânio Ferreira Soares. Compartilho agora, prosa poética […]

  2. […] esse artigo do Professor Carlos Zacarias da UFBA, como sempre. O país fede quando uma porção de seus cidadãos, à semelhança de […]


Comentários são livres, só não aceito nem publico xingamentos !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: