Saramago, de livros e discos rígidos

23/04/2019 às 3:20 | Publicado em Artigos e textos, Canto da poesia, Fotografias e desenhos | Deixe um comentário
Tags: ,

“É ainda possível chorar sobre as páginas de um livro,

mas não se pode derramar lágrimas sobre um disco rígido”

(José Saramago)


LerEh101

Anúncios

Canción por la Unidad de Latino America

21/04/2019 às 2:52 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Em 24 de março de 2015, como homenagem ao Dia da União dos Povos Latino-Americanos, fiz esse post que agora repito aqui nesses tempos difíceis para nossos povos. Bela canção, belíssima mensagem !



Canción por la Unidad de Latino America

(Pablo Milanes e Chico Buarque de Hollanda)

El nascimiento de un mundo
Se aplazó por un momento
Fue un breve lapso del tiempo
Del universo un segundo

Sin embargo parecia
Que todo se iba a cabar
Con la distância mortal
Que separó nuestras vidas

Realizavan la labor
De desunir nossas mãos
E fazer com que os irmãos
Se mirassem con temor

Cuando passaron los años
Se acumularam rancores
Se olvidaram os amores
Pareciamos extraños

Que distância tão sofrida
Que mundo tão separado
Jamás se hubiera encontrado
Sin aportar nuevas vidas

E quem garante que a História
É carroça abandonada
Numa beira de estrada
Ou numa estação inglória

A História é um carro alegre
Cheio de um povo contente
Que atropela indiferente
Todo aquele que a negue

É um trem riscando trilhos
Abrindo novos espaços
Acenando muitos braços
Balançando nossos filhos

Lo que brilla con luz propia
Nadie lo puede apagar
Su brillo puede alcanzar
La oscuridad de otras costas

Quem vai impedir que a chama
Saia iluminando o cenário
Saia incendiando o plenário
Saia inventando outra trama

Quem vai evitar que os ventos
Batam portas mal fechadas
Revirem terras mal socadas
E espalhem nossos lamentos

E enfim que paga o pesar
Do tempo que se gastou
De las vidas que costó
De las que puede costar

Já foi lançada uma estrela
Pra quem souber enxergar
Pra quem quiser alcançar
E andar abraçado nela

Na asa do vento

14/04/2019 às 3:33 | Publicado em Canto da poesia, Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

Dose dupla na asa do vento, de João do Vale e Luiz Vieira: “Muita gente desconhece…”



Carlos e Zé

12/04/2019 às 3:25 | Publicado em Canto da poesia, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Uma poesia e um haicai. Carlos, o poeta, é Drumond. Zé, do haikai, é José Carlos Vieira do “Fala Zé”, coluna do jornal Correio Braziliense.

248784-como-escrever-um-livro-de-poesia-em-x-passos-770x513


Poeminha

Amantes são meninos estragados

pelo mimo de amar: e não percebem

quando se pulverizam no enlaçar-se,

e como o que era mundo volve a nada.

(Carlos Drummond de Andrade)

 

Haicai errado

o mundo segue seu relógio

enquanto o poeta para o tempo

numa cama de amar…

(Fala Zé)

 

FONTE: Correio Braziliense, 24.02.2019

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: