ROGACIANO LEITE, 100 ANOS !

01/07/2020 às 2:54 | Publicado em Canto da poesia, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags: ,

Hoje é um dia especial.

Salve Rogaciano Leite !

Salve o grande poeta,

o grande nordestino,

o grande brasileiro !

rogaciano_leite1


ROGACIANO LEITE, 100 ANOS !

Quem são os poetas ?

 

Poetas são tradutores.

Traduzindo o belo do mundo e da vida do homem,

traduzindo a tragédia e a miséria.

São como microscópios e lunetas,

a aprofundar e ampliar o sentimento humano.

Entre esses seres iluminados e iluminantes,

destaca-se um no meu microcosmo,

que o destino, a natureza, ou Deus (como queiram)

não me permitiram conhecê-lo pessoalmente:

Rogaciano Leite.

Ele que foi grande amigo de meu saudoso pai,

quando trabalharam juntos no Banco do Nordeste,

a desbravar sertões e espalhar poesia

pela árida terra do interior nordestino.

Ele que é pai de minha ex-esposa Helena Roraima,

avô de nossa filha Rosana.

Saudade daquele que nunca vi,

mas passei boa parte de minha vida sentido sua presença,

deliciado com suas poesias,

na presença dos que aqui ele deixou.

Nesse seu aniversário de 100 anos comemorado hoje,

minha sincera homenagem

àquele que não fora cometa,

posto que ainda brilha,

foi e é estrela para quem puder, olhando,

enxergá-lo no ceu a sua obra !

 

Salve Rogaciano Leite !

Salve o grande poeta,

o grande nordestino,

o grande brasileiro !

 


“Saudade!

pedra de gelo que cai sobre o coração

Para conservar a lembrança, daquilo que a gente quer.”

 (Rogaciano Leite)

João Carlos Teixeira Gomes

20/06/2020 às 2:18 | Publicado em Baú de livros, Canto da poesia, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , , , ,

Quando um poeta se vai, o céu fica menos brilhante porque uma estrela se apaga… Ontem foi um desses dias.

Salve o escritor e poeta João Carlos Teixeira Gomes ! (no post original troquei o João por José, foi a pressa em postar)


Soneto_da_morte_sem_susto


Memorias_das_Trevas

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 19.06.2020

TODO SENTIMENTO

07/06/2020 às 3:24 | Publicado em Canto da poesia, Midiateca, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags: , ,

Domingo, dia de boa música, e poesia, uma das mais geniais da MPB: Chico Buarque, por Mônica Salmaso e Cristóvão Bastos.


PACTO COM A FELICIDADE

30/05/2020 às 3:56 | Publicado em Canto da poesia | Deixe um comentário
Tags: , ,

Drummond para combater a pior das pandemias, a da infelicidade.

flor_thumb


PACTO COM A FELICIDADE

De hoje em diante todos os dias
ao acordar, direi:
Eu hoje vou ser FELIZ !

Vou lembrar de agradecer ao sol
pelo seu calor e luminosidade,
sentirei que estou vivendo,
respirando.

Posso desfrutar de todos os
recursos da natureza Gratuitamente.
Não preciso comprar o canto dos
pássaros, nem o murmúrio das ondas do mar.

Lembrarei de sentir a beleza das árvores, das flores.
Vou sorrir mais, sempre que puder.
Vou cultivar mais amizades
e neutralizar as inimizades.

Não vou julgar os atos dos meus
semelhantes ou companheiros.
Vou aprimorar os meus.
Lembrarei de ligar para alguém
para dizer que estou com saudades !

Reservarei minutos de silêncio,
para ter a oportunidade de ouvir.
Não vou lamentar nem amargar as injustiças.

Vou pensar no que posso fazer para
Diminuir seus efeitos.
Terei sempre em mente que um minuto passado,
não volta mais,
vou viver todos os minutos proveitosamente.

Não vou sofrer por antecipação prevendo
futuros incertos, nem com atraso, lembrando de coisas sobre as quais não tenho mais ação.

Não vou pensar no que não tenho e que gostaria de de ter, mas em como posso ser feliz com o que possuo.
E o maior bem que possuo é a própria vida.

Vou lembrar de ler uma poesia e de ouvir uma canção, vou dedicá-las a alguém.
Vou fazer alguma coisa para alguém,
sem esperar nada em troca,
apenas pelo prazer de ver alguém sorrir.

Vou lembrar que existe alguém que me quer bem,
vou dedicar uns minutos de pensamento
para os que já se foram para que saibam que serão sempre uma doce lembrança,
até que venhamos a nos encontrar outra vez.

Vou procurar dar um pouco de alegria para alguém, especialmente quando sentir
que a tristeza e o desânimo querem se aproximar.
E quando a noite chegar,
vou olhar o céu, para as estrelas
e para o luar e agradecer a Deus,
porque hoje eu fui FELIZ !

(Carlos Drummond de Andrade)

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: