Everything I Own

22/10/2017 às 3:29 | Publicado em Midiateca | Deixe um comentário
Tags: ,

Domingo: bela música antiga, da década de 1970. A origem:

A canção foi composta por David Gates, vocalista e tecladista da banda. Mais interessante é saber que, segundo o site Wikipédia, Gates escreveu a letra como uma homenagem ao seu falecido pai, sendo uma maneira de expressar o seu sentimento de perda e de registrar o que teria deixado de dizer enquanto seu pai estava vivo. Sabendo disso, naturalmente passamos a apreciar ainda mais (e a entender) a mensagem trazida na composição.

FONTE: O BEM VIVER


Anúncios

Flor de cheiro

15/10/2017 às 3:01 | Publicado em Midiateca | Deixe um comentário
Tags: , ,

Domingo, música, Nando Cordel !


Gilberto Gil Fala sobre a Morte

11/10/2017 às 3:56 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

Muito bom, apesar do Bial (não é implicância com o Bial, um dia ainda conto aqui o que eu vi e ouvi no Rio de Janeiro há alguns anos…)


VOU-ME EMBORA

08/10/2017 às 3:03 | Publicado em Canto da poesia, Midiateca | Deixe um comentário
Tags: , ,

Domingo, música. Quando ouvi essa música pela primeira vez pensava se tratar de um poema de Manoel Bandeira musicado por Paulo Diniz. Mas a composição é do Paulo Diniz mesmo. Genial.



VOU-ME EMBORA

Vou-me embora
Vou-me embora
Vou buscar a sorte
Caminhos que me levam
Não têm Sul nem Norte
Mas meu andar é firme
E meu anseio é forte
Ou eu encanto a vida
Ou desencanto a morte…
Vou-me embora
Vou-me embora
Nada aqui me resta
Senão a dor contida
Num adeus sem festa.
Eu vou na ida indo
Que o temor desperta
Cuidar da minha vida
Que a morte é certa.
Quem disse que trazia
Até hoje não trouxe
O bem de se fazer
da vida amarga, doce.
Eu não espero o dia
Pouco me importa
Se o velho é sábio
Se a menina é louca
Se a tristeza é muita
Se a alegria é pouca
Se José é fraco
Ou se João é forte
Eu quero a todo custo
Encontrar a sorte.
Vou-me embora
Vou-me embora
E levo na partida
Resolução no peito
Firme e definida
Quem vem na minha ida
Ouve a minha voz
E cada um por si
E Deus por todos nós…

(Paulo Diniz)

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: