E agora josé ? Vou-me Embora pra Pasárgada

20/08/2017 às 3:53 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , , , , ,

Paulo Diniz musicando Manuel Bandeira e Carlos Drummond.



ATERRAR

18/08/2017 às 3:55 | Publicado em Artigos e textos | Deixe um comentário
Tags: , ,

Recomendo hoje àqueles que moram em Aracaju-SE !

Aterrar


‘Aterrar’ simboliza o sentimento de pousar em terra após um longo e necessário voo. É o pé enérgico que pisa e finca na terra criando profundas raízes. É sobre as mãos que tecem os fios das estradas-teias da vida. É a busca infindável pelo equilíbrio e vitalidade. É o corpo vivo, desperto e consciente: de suas raízes, de seus caminhos, de sua força e visceralidade. É o fruto gerado com a energia exponencial do coração, capaz de semear os sonhos.  É um paralelo entre a arte e a vida: representa esse eterno movimento de (re)começar e (re)criar.  Juntos, tôdos êsses sentimentos transbordarão em sons.

O repertório deste show é uma ode às raízes, apresenta um leque de sonoridades e compositores nordestinos que marcaram a vida da cantora, Bruna Brandão, e do violonista, Alessandro Mongini. Juntos, eles interpretam canções que se imortalizaram através de Amelinha, Elba Ramalho, The Baggios, Ave Sangria, Patricia Polayne, Dominguinhos, Ismar Barreto, Belchior, Alceu Valença, Lirinha, Caetano, Gil, Otto, entre outras.

DIA: 18/08 (sexta), às 20h

LOCAL: Café da Gente (Museu da Gente Sergipana)

Meu País

13/08/2017 às 3:36 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

O grande Zé Ramalho mandando o recado neste domingo. Salve Zé !


FLIPELÔ

08/08/2017 às 3:49 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , , ,

A primeira FLIPELÔ (início amanhã !) é imperdível para quem mora na grande Salvador e cidades vizinhas. Confiram o convite e o artigo de Jorge Portugal.

FLIPELO


Salvador recebe primeira Festa Literária do Pelourinho em agosto

O Centro Histórico de Salvador será palco de uma diversa programação de literatura esse ano. É que de 09 a 13 de agosto, acontece a primeira Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPELÔ. Ruas e espaços culturais serão ocupados por mesas de debates, lançamentos de livros, oficinas literárias, saraus, apresentações teatrais, exibição de vídeos, shows musicais, no histórico bairro da capital baiana.

Nesta primeira edição, a Festa comemora os 30 anos da Fundação Casa de Jorge Amado e homenageia o escritor que dá nome à Casa, além de Zélia Gattai e Myriam Fraga, duas das mais relevantes escritoras e personalidades culturais, diretamente interligadas com a trajetória de vida do escritor.

Salvador entra no cenário nacional de eventos literários com mais de 50 atividades com autores, pesquisadores, críticos, estudantes e apaixonado pelo mundo das palavras. Tudo isso cercado pela arquitetura histórica do Pelourinho

A FLIPELÔ é apresentada pelo Instituto CCR, através da Lei Rouanet e Governo do Estado. O Festival conta com o apoio do Shopping da Bahia , co-realização do SESC, produção da Maré Produções Culturais e Realização da Fundação Casa de Jorge Amado.

Fonte: SECULT BA


Flipelô e concha negra  JorgePortugal

Poeta Myriam Fraga, estamos ficando quites. Desde o primeiro minuto do seu grande sonho de uma Festa Literária Internacional no Pelourinho – chamada “Flipelô” por você, que fiquei magnetizado pela ideia. Passava longe de ser secretário de Cultura, mas me apaixonei por aquela paixão que transbordava dos seus olhos, da sua voz sempre que mencionava o evento sonhado. O mundo deu voltas, veio o convite de “Rui Correria” para o cargo de secretário e nos encontramos algumas vezes na Secult para falarmos de “ações continuadas” e… Flipelô! Então veio a sua partida sem aviso prévio e ficamos sem chão. No Jardim da Saudade, jurei a Ticiano que tiraríamos a Flipelô da gaveta

O secretário da Cultura da Bahia foi somente uma peça dessa “trama do bem” que honra sua memória. Muitos ajudaram nessa construção, dada a paixão que todos tínhamos pelo seu sonho. Como você desejava, será em torno do aniversário de Jorge (o maior, o Amado), de 10 a 13 de agosto, homenageando também nossa amada Zélia e, claro, você, poeta Myriam Fraga. A abertura vai ser arrepiante: imagine, Myriam, Maria Bethânia recitando e cantando na Igreja de São Francisco, com todos os deuses e orixás “descendo” para aplaudir de pé?Eainda teremos nos dias seguintes, espalhados por todo o Pelourinho, Alexandra Coelho, Salgado Maranhão, Emicida, João Jorge, Jussara Silveira, Pasquale Cipro Neto e tantos mais.

Mas… por que estou contando tudo isso pra você? Tenho certeza que de onde quer que você esteja, deve estar acompanhando tudo, e não me admira que tudo isso que estamos fazendo está, na verdade sendo feito por você mesma. Afinal, era o seu sonho!

Outro sonho que saiu da gaveta, Myriam, chama-se “Concha Negra”. Ainda vou falar melhor sobre ele, mas nesta gestão do primeiro secretário da Cultura negro deste estado não poderíamos postergar. Vamos, literalmente, denegrir a nossa Concha, com o protagonismo das cinco entidades afros que participaram da sua abertura. Isso para começar. O resto, depois eu conto.

(Jorge Portugal)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 18.07.2017

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: