Katie Bouman

18/04/2019 às 3:46 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Esse artigo traz um resumo do recente trabalho que ficou notável de Katie Bouman e um resgate do legado das mulheres para a ciência.


Conheça Katie Bouman, a mulher que criou o algoritmo responsável pela primeira foto de um buraco negro

Nós ainda não superamos a primeira imagem histórica de um buraco negro, divulgada no último dia 10 de abril. Foi um grande dia para a ciência, e um maior ainda para mulheres cientistas.

Temos muitas pessoas a agradecer pela primeira visão direta de um buraco negro, e uma delas é Katie Bouman, especialista de 29 anos que liderou a criação de um dos algoritmos usados para “costurar” os dados vindos de radiotelescópios do mundo todo e formar a incrível fotografia.

Ela fez uma postagem na rede social Facebook de sua “expressão incrédula” quando terminou de processar as informações. A foto logo se tornou um enorme sucesso na internet:

Em uma imagem publicada pela BBC, Bouman está de pé ao lado de uma mesa cheia de discos rígidos de dados. Algumas pessoas comentaram que o retrato lembra outra imagem icônica, de Margaret Hamilton em 1969 ao lado do código de software que sua equipe desenvolveu para possibilitar as missões Apollo até à lua:

Katie

Em 2016, Bouman deu uma palestra TED Talks intitulada “Como tirar uma foto de um buraco negro”na qual explicou que, para fazer essa primeira fotografia, seria preciso uma equipe internacional de cientistas, um telescópio do tamanho da Terra e um algoritmo capaz de unir a imagem final.

Recentemente, a cientista também declarou à CNN que “nenhum de nós poderia ter feito isso sozinho. Tudo aconteceu por causa de muitas pessoas diferentes de várias origens”.

De fato, o processo de captura da imagem contou com a ajuda de mais de 200 pesquisadores, entre os quais 40 são mulheres.

Elas

A história raramente dá às mulheres cientistas o reconhecimento que elas merecem. O fato de Katie ter se tornado a “cara” do projeto é uma felicidade indescritível para muitos.

Infelizmente, também tem incomodado alguns (homens), o que fez com que a brilhante cientista tenha sido alvo de ataques sexistas. Isso só mostra que precisamos celebrar mais o trabalho importante que grandes mentes femininas têm feito ao longo de toda a história.

Algumas cientistas são razoavelmente conhecidas, como Marie Curie, a física e química polonesa pioneira no estudo da radioatividade que se tornou a primeira mulher a receber o Prêmio Nobel de Física em 1903, e a primeira pessoa a ganhar dois Prêmio Nobel, com sua segunda conquista em Química, em 1911.

Já outras, como Lise Meitner, foram quase “apagadas” da história. A física austríaca foi responsável por descobrir a fissão nuclear ao lado de seu colega Otto Hahn. Ele ganhou o Prêmio Nobel por isso, ela não.

Quer saber mais sobre o papel das mulheres na ciência? Temos vários artigos que podem te ajudar, como este que destaca 15 mulheres que conquistaram o mundo da ciência, este que lista descobertas incríveis feitas por mulheres, este que apresenta sete cientistas brasileiras laureadaspela L’Oréal pelos seus trabalhos de destaque, e este com belas ilustrações de famosas mulheres cientistas. [Cnet]

(Natasha Romanzoti)

FONTE: https://hypescience.com/conheca-katie-bouman-a-mulher-que-ajudou-a-transformar-nossa-visao-de-buracos-negros-para-sempre/

Anúncios

Cau Gomez

04/04/2019 às 3:45 | Publicado em Fotografias e desenhos, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags: , , ,

Muito feliz com o retorno de Cau Gomez ao jornal A TARDE, de Salvador-BA. Assim como o genial Simanca, ele nunca deveria ter saído.


CauGomez_01_04_2019

Para que não se esqueça: ditadura nunca mais !

03/04/2019 às 3:51 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags: ,

Oportuna crônica do Professor Carlos Zacarias de Sena Júnior.  (FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 29.03.2019)

PARA QUE NUNCA NOS ESQUEÇAMOS !


Para que não se esqueça: ditadura nunca mais !

image

image

image

O capitão sem noção e o tubarão gente boa

02/04/2019 às 3:04 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 4 Comentários
Tags: , , , ,

Excelente essa crônica de Jânio Ferreira. O berro do bode, no final do texto, me fez lembrar Juca Chaves. Na Década de 70 ele esteve exilado em Portugal e depois Itália. Nessa época, ao ser perguntado como se mede um burro, ele respondeu: “- Mede-se da cabeça aos pés !”

super_imgde_onde_veio_a_expressao_bode_expiatorio


O capitão sem noção e o tubarão gente boa janio

Apesar da semelhança com um filme infantil, o titulo acima apenas alude a estranha fábula que ora se desenrola no país, cujo principal ator, diferentemente de seu coadjuvante, ainda não se deu conta da importância do papel que lhe cabe no enredo. Explico.

Semana passada, a Folha de São Paulo publicou que a equipe de segurança a Presidência da República escolheu os apelidos que serão usados pelos seus agentes na hora de citar os nomes de Bolsonaro e de Mourão em seus deslocamentos por Brasília e alhures. O capitão recebeu a alcunha de “águia”, enquanto o general será chamado de ”tubarão”, dois superpredadores da fauna aérea e marinha desse mundão de meu Deus. Maravilha.

Embora a reportagem sugira que essas escolhas são homenagens a harpia brasileira e ao grande-tubarão-branco, este velho escriba (que na infância também foi alcunhado pela sua irmã como o temível “perna de grilo”) prefiro acreditar que esses codinomes foram inventados por um criativo fã dos antigos desenhos animados, que viu nos dois comandantes certos atributos dos personagens que faziam a festa da garotada nos anos 7o e 8o. Sendo assim, conjecturarei meus palpites.

Começando pelo fofo do Mourão, o que seria ele na videoteca da saudade senão o nosso Tutubarão, o simpático baterista da banda subaquática Os Netunos, cujo tema de abertura do desenho com seu nome diz que ele é “alegre, contente, inteligente, o rei do charme na televisão” (quem quiser matar saudades é só clicar no YouTube).

Pois muito bem, com a mesma astúcia do herói criado por Hanna-Barbera — e fisicamente    muito parecido com ele —, o esperto Tutumourão, ao perceber que algumas declarações  suas não repercutiam muito hem na mídia (a exemplo de quando disse que seu neto era um “branqueamento da raça”), logo ajustou suas barbatanas e começou a mostrar seu lado, digamos, Flipper. que vem sendo o contraponto perfeito para as atitudes do capitão sem noção. de quem falarei a seguir. Antes, um parêntese.

Fosse FHC apelidado de águia e logo seus aduladores espalhariam que a mesma seria uma descendente direta da que nominou Rui Barbosa em Haia. Mas, como os tempos são outros, não foi difícil constatar que a ave de rapina que batiza Bolsonaro, quem diria, é fake. Pra comprovar, é só observar as últimas ações , falas e trejeitos do nosso capitão e logo se chega a conclusão de que seu codinome, na verdade, é uma homenagem ao bom e velho Zeca Urubu, o atrapalhado e eterno rival do chato do Pica-Pau.

No mais, obediente que sou, seguirei à risca a ordem do capitão Zeca, ops, do águia. e neste 31 de marco, data do aniversario da gloriosa, prestarei uma longa continência ao verde-oliva do matagal daqui da rota, onde um velho e saudoso bode passa os dias berrando: ”Méééédici! Méééédici!”.

(Jânio Ferreira Soares)

FONTE: Jornal A TARDE, Salvador-BA, 30.03.2019

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: