Vinhos

12/07/2017 às 3:43 | Publicado em Artigos e textos | 1 Comentário
Tags: ,

In vino veritas ! Mas vinho bom é vinho caro ? Quanto mais velho melhor ? Rolha de rosca denota vinho ruim ? E balançar a taça, para que serve mesmo ? É muito importante entender de uva ? Eu prefiro os chilenos de “Médio Corpo”. Confiram essas oito dicas úteis !

makro_especiale_tacas_vinho_20_03


8 CURIOSIDADES SOBRE VINHOS QUE TODO (NOVO) ADULTO DEVERIA SABER

Você é do tipo que adora encher o caneco, mas acredita que vinho é uma bebida cara e frescurenta demais para seu paladar?

O sommelier Rodrigo Bertin, fundador do projeto Vinho+, que busca desmistificar a imagem equivocada que as pessoas têm da bebida, compartilhou com a gente algumas curiosidades que podem mudar sua visão. Olha só!

1. Vinho bom é vinho caro?

Segundo o especialista, a afirmação é puro mito. Bertin revela que o vinho é semelhante a comida, cada um tem uma preferência. O que pode ser saboroso para uns, pode não cair bem para outros.

É de costume das pessoas que decidem se arriscar no mundo dos vinhos, seguir indicações de especialistas e isso pode acabar gerando uma experiência frustrada, já que o paladar do especialista certamente não será o mesmo que um “iniciante”, logo o sabor não será tão agradável, diz o sommelier.

“Portanto se aquele vinho de R$ 30 te satisfaz, esse sim é o melhor vinho para você e não há preço que diga que você está errado.” – aconselha Bertin.

Mais Destinos, https://maisdestinos.com/colunistas/ranking-dos-5-vinhos-mais-caros-do-mundo.html

Mais Destinos

– “Richebourg Grand Cru”, eleito um dos vinhos mais caros do mundo (15 mil euros)

2. Quanto mais antigo, melhor?

Olha só outra mentirinha que nos fizeram acreditar. O profissional revela que atualmente 80% dos vinhos encontrados no mercado foram produzidos para consumo imediato, apenas 5% são aqueles que devem ser guardados por 10 anos ou mais.

Sendo assim, nada de comprar um estoque de vinho e deixá-los reservados com a intenção de torná-los melhores. Você pode tomar um vinho “estragado” no final das contas, revela o profissional.

Wine Picker, http://www.winepicker.co.uk/blog/wine-improves-age-older-get-better-like/

Wine Picker

3. “Rolha” de rosca só tem em vinho ruim?

Adivinha só? Essa é outra informação falsa, garante o sommelier. Como falado acima, a maioria dos vinhos são feitos para consumo imediato e a rolha em rosca é capaz de vedar completamente a garrafa, mantendo o frescor do vinho, como se estivesse acabado de sair da vinícola.

Produtos Finos, http://www.produtosfinos.com.br/vinhos/rolha-de-vinho-conheca-os-tipos/

Produtos Finos

4. Por que diabos giram o vinho dentro da taça antes de beber?

Para imitar os galãs de cinema? Pagar de entendido? Pura fresura? Nada disso, o especialista revela que esse movimento serve para oxigenar a bebida e, assim, liberar os seus aromas.

Mas o especialista alerta, não fique balançando a taça o tempo todo. Se o aroma já exalou na primeira balançadinha, não há necessidade de repetir o movimento toda hora.

 

5. Para tomar vinho, eu preciso entender de uvas?

O sommelier revela que não acha realmente essencial entender sobre as uvas apenas para quem curte umas taças da bebida. Segundo ele, esse entendimento seria um passo avançado.

Antes de entender sobre as uvas, Bertin revela que seria mais interessante dominar outros parâmetros que envolvem a bebida, como o que é um vinho leve, médio corpo ou um vinho encorpado, por exemplo. Para nossa sorte, o profissional revela tudo isso nos tópicos abaixo.

Moonshiners Club, http://www.moonshiners.club/how-to-make-homemade-grape-wine-recipe/

Moonshiners Club

6. O que é vinho Leve?

De acordo com o especialista, os vinhos leves são aqueles fáceis de beber, menos alcoólicos (até 13%) e bastante frutados. Até que não é chegado na bebida, tem maiores chances de saborear com prazer um vinho leve, que não “amarra a boca”.

Wine Chef, http://winechef.com.br/cinco-coisas-que-voce-nao-sabia-sobre-o-vinho-branco/

Wine Chef

7. O que é um vinho Médio Corpo?

Como o nome sugere, são os medianos, ou seja, nem os muito leves nem os super encorpados. Os vinhos de médio corpo são versáteis, levemente encorpados, possuem uma graduação alcoólica entre 13 e 14%, aromas de frutas maduras e podem ter um leve toque amadeirado, explica o profissional.

Se você já esta achando o vinho leve uma delicinha, talvez seja o momento de arriscar um corpo médio, que tal?

Vix, http://www.vix.com/pt/bdm/corpo/quantas-calorias-tem-sua-taca-de-vinho-compare-o-branco-com-o-tinto

Vix

8. O que são vinhos Encorpados?

Vinhos mais encorpados são aqueles mais “pesados”, graduação alcoólica mais elevada (mais de 14%), aromas de frutas bem maduras ou compota de fruta e que podem ser bem amadeirados, revela o profissional. Perfeitos para acompanhar carne, por exemplo.

Los 40, http://los40.com/los40/2017/04/27/album/1493288529_162712.html

Los 40

Imagem de capa: Huffington Post

FONTE : http://sossolteiros.bol.uol.com.br/8-perguntas-curiosas-sobre-vinhos-respondidas-por-um-sommelier/

Cuba é o primeiro país do mundo a erradicar transmissão materna de HIV e sífilis

07/06/2017 às 3:03 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

A pergunta é sempre a mesma: por que uma notícia tão importante como essa não sai na mass mídia nossa de cada dia ?

Cuba


Brasileira cria exoesqueleto para que pessoas paraplégicas voltem a andar

03/06/2017 às 3:15 | Publicado em Artigos e textos, Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

Essa notícia me fez lembrar a pesquisa do cientista brasileiro Miguel Nicolelis.



Brasileira cria exoesqueleto para que pessoas paraplégicas voltem a andar

Uma cientista brasileira desenvolveu um projeto que tem como objetivo devolver os movimentos para pessoas paraplégicas. Após anos de pesquisa, a neurocientista Michele Souza criou um exoesqueleto que pode tornar o sonho de tantas pessoas com o problema a se tornar realidade: andar novamente.

Para chegar ao modelo atual da estrutura foram necessários diversos testes. Felizmente, trabalhando com uma equipe interdisciplinar, o protótipo já está praticamente pronto para a comercialização. “Você vê que tem a capacidade de preencher essa lacuna, você vê que é possível fazer isso e aí você só olha e fala ‘vou'”, comemorou Michele Souza.

Para mostrar o exoesqueleto em funcionamento, a pesquisadora convidou um jovem que perdeu o movimento das pernas em um acidente de moto para experimentar a novidade. Alisson Maximiano, voluntário do teste, não só conseguiu ficar em pé como arriscou alguns passos com a ajuda de muletas.

A estrutura é formada por ferros que se encaixam ao corpo do paciente e vem equipada com bateria, motores, controle no aparelho e na muleta, além de controle por comandos de voz. Ainda não há data para que o protótipo chegue ao mercado, mas a expectativa é de que a procura faça o preço se tornar cada vez mais acessível. “À medida que a gente vai fabricando esses eixos, [a ideia é que] a gente consiga uma demanda tão alta que a gente coloque ele pelo mesmo preço de uma cadeira de rodas”, explicou a cientista.

FONTE: https://canaltech.com.br/noticia/ciencia/brasileira-cria-exoesqueleto-para-que-pessoas-paraplegicas-voltem-a-andar-93580/

Entenda por que o uso do celular à noite pode atrapalhar seu sono

04/05/2017 às 3:20 | Publicado em Artigos e textos, Midiateca | 1 Comentário
Tags: ,

Sempre acompanho os vídeos do OLHAR DIGITAL. Recomendo a reportagem sobre o tema que aparece entre o minuto 1:43 ao 7:43, vale a pena !



Largar o celular na hora de ir dormir está ficando cada vez mais difícil. A gente já se acostumou tanto a ter nossos aplicativos e contatos sempre à mão que, às vezes, acaba até perdendo o sono de tanto ficar trocando mensagem no WhatsApp. A Carolina, por exemplo, já praticamente integrou o smartphone à sua rotina de sono:

Mas uma hora, o cansaço chega tanto para a Carolina quanto para o celular dela. E nessa hora, o que ela faz?

Pois é. Muita gente costuma deixar o celular carregando embaixo do travesseiro enquanto dorme. Apesar de ser conveniente ter o dispositivo por perto durante a noite, essa proximidade também pode ser bem perigosa.

A questão é que os celulares também precisam passar um tempo à sós enquanto carregam. Isso por conta da maneira como são fabricados: as baterias atuais esquentam enquanto carregam, e se elas não tiverem como deixar esse calor ir embora, podem acabar se danificando, e até mesmo colocando o dono do aparelho em risco

Mesmo que você não tenha medo de acordar com o celular pegando fogo, ainda assim é melhor não deixar o celular debaixo do travesseiro durante a noite. Porque mesmo que o seu aparelho não chegue a explodir, ainda é bem capaz que ele acabe se danificando por causa disso. E, aí, você vai precisar gastar dinheiro para trocar a bateria dele – ou até o celular todo

Esse nosso apego com o celular não faz mal só para o aparelho, mas para nós também. Se você já sentiu dificuldade pra dormir depois de passar a noite toda na frente da telinha, saiba que não é só você: acontece que a luz que as telas de aparelhos eletrônicos emite acaba interferindo num ciclo importante do nosso corpo, e isso deixa mais difícil cair no sono.

A culpada por esse caso é a luz azul da tela do celular. Essa frequência de luz acaba enganando o nosso cérebro a achar que ainda está de dia. E, com isso, a gente tem mais dificuldade para descansar. Mas felizmente os fabricantes de celulares já estão prestanto atenção nesse problema, e incluindo recursos nos aparelhos que inibem a emissão de luz azul das telas.

E quem nunca teve dificuldade em pegar no sono depois de receber uma mensagem estranha ou ver um vídeo assustador no YouTube? As coisas que a gente vê no celular antes de dormir também acabam afetando nosso sono, e segundo a médica, podem até causar pesadelos.

Outra questão é o medo de que os celulares possam causar doenças e problemas como câncer por causa da radiação que eles emitem. Na verdade, nenhum estudo até hoje conseguiu comprovar que essa relação existe. Mas pelo que a gente já sabe de física, é melhor não correr o risco

A Carolina, que conta que já dormiu várias vezes usando o celular, não parece se preocupar muito com nenhum desses problemas:

Mesmo assim, o que a médica recomenda é que a gente procure não usar nossos aparelhos eletrônicos antes de dormir. A ideia é que a gente crie um ambiente tranquilo que já vá preparando o nosso corpo para a hora de descansar.

FONTE: OLHAR DIGITAL

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: