Bahia ganha usina solar flutuante no Rio São Francisco

19/04/2019 às 3:14 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: ,

Mais uma solução interessante. Confiram !


Bahia ganha usina solar flutuante no Rio São Francisco

As águas do Rio São Francisco, agora, também abrigam uma Usina Solar Fotovoltaica Flutuante, que transforma a luz solar em energia elétrica. A planta piloto de painéis solares foi instalada pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) no reservatório da Usina Hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia.

Esse sistema de geração concentrada de energia fotovoltaica em usinas utilizando a área de reservatórios é pioneiro no Brasil. Até então, ele só havia sido instalado no solo. Segundo a Chesf, o objetivo é avaliar a viabilidade técnica, econômica e ambiental do projeto para que ele possa participar de leilões de venda de energia e ser reproduzido em outros reservatórios ou até mesmo em rios.

“Isso pode ser muito bem replicado em lugares onde o Brasil é rico em rios, na Amazônia e regiões do Centro-Oeste, por exemplo. Estamos criando uma oportunidade”, explicou o gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Chesf, José Bione, contando que, quando o projeto estiver concluído, a usina flutuante terá capacidade de abastecer 20 mil casas populares.

A plataforma flutuante já instalada em Sobradinho tem 7,3 mil módulos de placas solares, área total de 10 mil metros quadrados e capacidade de gerar 1 megawatt-pico (MWp). Outros 4 MWp deverão ser instalados em 2019. Quando o projeto estiver concluído, com 5MWp, a usina flutuante deverá contar com 35 mil módulos e 50 mil metros quadrados de área sobre o reservatório de Sobradinho. O investimento total da Chesf é R$ 56 milhões.

Para comparação, o reservatório de Sobradinho tem uma superfície de espelho d’água de 4,2 mil quilômetros quadrados, com uma usina capaz de gerar 1,05 mil MW. Mas, atualmente, por causa da baixa vazão, a usina está gerando em torno de 180 MW.

Os técnicos envolvidos no projeto da Chesf vão estudar a eficiência da tecnologia fotovoltaica resfriada naturalmente pela água e pelo vento, já que as placas instaladas em terra perdem eficiência sob forte calor. Os impactos ambientais também são objetos de estudo.

Os estudos dos sistemas de ancoragem, conexão e conversão de energia também são pioneiros. A plataforma é fixada ao fundo do lago por cabos, com material próprio para suportar o peso das placas e dos trabalhadores que atuam na construção e manutenção, mas será preciso analisar seu comportamento em água corrente e com a movimentação da barragem.

Para entrar em funcionamento, ainda serão instalados contêineres de conversão da energia em corrente contínua, produzida pela plataforma, para energia em corrente alternada, própria para ser enviada às linhas de transmissão da usina hidrelétrica. De acordo com Bione, esta é outra vantagem da instalação de usinas fotovoltaicas nesses reservatórios, já que elas aproveitam as infraestruturas de transmissão, reduzindo, inclusive, as perdas de energias.

FONTE: https://www.nautica.com.br/bahia-ganha-usina-solar-flutuante-no-rio-sao-francisco/?doing_wp_cron=1553714623.8273749351501464843750&fbclid=IwAR18cCwR6ESPbyG9eiGzZZo9jgPcEgjiNZ6cilAu5CvJXe-agKfYdkW6cFM

Anúncios

Brasil terá 1ª usina de geração de energia por meio de esgoto e lixo orgânico

14/02/2019 às 3:59 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

E a pergunta segue sendo feita aqui neste espaço: por que não se massifica em nosso país iniciativas como essa ?


Brasil terá 1ª usina de geração de energia por meio de esgoto e lixo orgânico

Brasil terá 1ª usina de geração de energia por meio de esgoto e lixo orgânico

O mérito é todo do Paraná: o Estado será o primeiro do Brasil a colocar em funcionamento uma usina de geração de biogás, que transformará lodo de esgoto e resíduos orgânicos em eletricidade para abastecer as casas da região.
A companhia de geração de energia CS Bioenergia já possui a Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná para operar. Segundo a empresa, a usina tem capacidade para produzir 2,8 megawatts de eletricidade por meio de lixo, que abastecerá cerca de duas mil residências do Estado.
A matéria-prima para geração de energia virá de estações de tratamento de esgoto e de concessionárias de coleta de resíduos e produzirá biogás e também biofertilizantes para a região. Estima-se que com a iniciativa o Estado do Paraná deixe de descartar, todos os dias, mil m³ de lodo de esgoto e 300 toneladas de lixo orgânico em aterros. É ou não é um excelente negócio?
A inspiração vem da Europa (e sobretudo da Alemanha!), onde já existem mais de 14 mil plantas de geração de eletricidade por meio de resíduos orgânicos. Esta será a primeira usina do tipo no Brasil, mas espera-se que seja só o começo e que inspire muitas outras pelo país!

FONTE: http://sustentabilidade.registradores.org.br/noticias/brasil-tera-1a-usina-de-geracao-de-energia-por-meio-de-esgoto-e-lixo-organico.html

Turbinas eólicas gigantes

31/08/2018 às 3:30 | Publicado em Midiateca, Zuniversitas | Deixe um comentário
Tags: , ,

E pensar que aqui nem necessitamos de turbinas desse tamanho…


Carro elétrico movido a energia solar se recarrega enquanto anda

30/08/2018 às 3:29 | Publicado em Artigos e textos, Zuniversitas | 1 Comentário
Tags: , ,

Eu fico com a impressão que veículos elétricos, de toda a natureza, e as energias alternativas vão atropelar em pouco tempo o pessoal que é agarrado no passado dos combustíveis fósseis.


Carro elétrico movido a energia solar se recarrega enquanto anda

Desenvolvido pela alemã Sono Motors, modelo Sion tem 330 células solares conectadas ao teto, capô e laterais do veículo.


 

Sono Motors testa carro elétrico movido a energia solar (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Sono Motors testa carro elétrico movido a energia solar (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Uma startup com sede em Munique, na Alemanha, aproveitou o forte sol da Baviera no verão europeu para testar o desenvolvimento final do sistema de recarga do seu carro Sion, um veículo solar totalmente elétrico que permite que você carregue as baterias enquanto dirige.

A Alemanha provavelmente perderá sua meta de colocar 1 milhão de carros elétricos nas ruas até 2020, mas o governo disse em abril que está pronta para oferecer apoio a empresas que fabricam baterias para veículos elétricos.

A Sono Motors, fundada em 2016, está desenvolvendo o Sion, um veículo totalmente elétrico que possui células solares integradas em sua carroceria. Pode ser carregado via energia solar, de tomadas de força convencionais ou outros carros elétricos.

Sion, da Sono Motors, roda em Munique, na Alemanha (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Sion, da Sono Motors, roda em Munique, na Alemanha (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

A produção começará no segundo semestre de 2019 em uma de suas fábricas alemãs e a empresa tem cerca de 5.000 pedidos. O plano é que o veículo seja vendido por 16.000 euros, cerca de US$ 18.540, no ano que vem.

O Sion terá 330 células solares conectadas ao teto, ao capô e às laterais do veículo, e seu sistema de bateria oferecerá um alcance de cerca de 250 km antes de precisar ser recarregado.

“Temos um aquecedor de assento, ar condicionado, um grande sistema de informações e entretenimento onde eu também posso conectar meu telefone interativamente, o que significa que eu realmente tenho um veículo completo que é muito simples, sem frescuras”, disse Laurin Hahn, co-fundador e presidente-executivo da startup.

Sion, da Sono Motors, possui células solares em sua superfície (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Sion, da Sono Motors, possui células solares em sua superfície (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Sono Motors desenvolveu carro elétrico movido a energia solar que possui centra multimídia moderna (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Sono Motors desenvolveu carro elétrico movido a energia solar que possui centra multimídia moderna (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Painéis solares na superfície do Sion, da Sono Motors, são responsáveis por captar a energia (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

Painéis solares na superfície do Sion, da Sono Motors, são responsáveis por captar a energia (Foto: Andreas Gebert/Reuters)

FONTE: https://g1.globo.com/carros/noticia/2018/08/07/carro-eletrico-movido-a-energia-solar-se-recarrega-enquanto-anda.ghtml

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: